Novas regras reduzem pela metade o número de partidos ativos

Publicado por

A última reforma política-eleitoral mudou diversas regras para as eleições de 2020, sendo a mais radical delas o fim das coligações proporcionais (legendas que se unem em uma chapa de candidatos a vereadores).

Com isso, os cerca de 30 (trinta) partidos que possuem filiados no municipio de Vinhedo e que costumavam disputar eleições, tendem a ser somente 17 (dezessete) este ano, praticamente a metade. Para chegar a este número, utilizei quatro critérios:

1 – Partidos que fizeram filiações em 2020;

2 – Legendas que possuem direção municipal ativa;

3 – Direções partidárias que se manifestaram publicamente no último período;

4 – Partidos que lançaram pré-candidaturas ou apoio a algum(a) candidato(a) à Prefeitura.

Para estar nesta lista, os partidos precisariam atender a pelo menos dois destes critérios. Estas agremiações estão divididas em 5 partidos do governo e 12 partidos da oposição. Tanto a oposição como o governo possuem nuances e diferenças que ainda irão mudar nos próximos meses. Estes campos políticos, neste momento, estão assim divididos:

1 – Partidos ligados ao governo (5)

Apoiam a pré-candidatura oficial de Nil Ramos:

Apoiam a pré-candidatura independente de Neia Serafim (1)

Não manifestou apoio às candidaturas ligadas ao governo (1)

2 – Partidos ligados à oposição (12)

Apoiam a pré-candidatura de Edson PC (2)

Apoiam a pré-candidatura de Dario Pacheco (2)

Apoiam a pré-candidatura de Marta Leão (2)

Apoia a pré-candidatura de Edu Gelmi (1)

Apoia a pré-candidatura de Virginia Baldan (1)

Apoia a pré-candidatura de Coronel Guidi (1)

Ainda não anunciaram candidaturas ou apoios (3)

Rápidas observações:

– A quantidade de filiados(as) não é um critério razoável para definir a potência política de uma legenda. Para se chegar a uma conclusão sobre a força eleitoral é preciso conhecer quem são efetivamente os pré-candidatos à vereança

– De uma maneira geral, verificando as filiações feitas em 2020, é possível dizer que muitos dos partidos que apresentarão candidaturas possuem bem menos força eleitoral do que estavam propagandeando antes de 04 de abril

– Para apontar os campos políticos não usei critérios rigorosos, mas principalmente a posição atual das direções. Existem grupos políticos “com um pé em cada canoa”, reuniões que avançam a madrugada entre fervorosos adversários, oposição que joga com o governo, situação que joga com a oposição, cargos que foram ou serão nomeados, negociações, unificações, acordos, desistência, além de outros fatores que ainda irão alterar significativamente o cenário.

– Este mapeamento é tão instável quanto à dinâmica da política local e está aberto para críticas e sugestões e poderá sofrer alterações.

Muito obrigado por sua contribuição.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.