As mentiras que nos contam e os crimes em nome da democracia.

Em Vinhedo a política é conhecida pelos golpes baixos. É comum ouvirmos boatos, mentiras, distorções e manipulações sobre a vida pessoal e política de personagens da vida pública. Todos que estão na política estão sujeitos a críticas, mas muitas vezes o que ouvimos ou lemos são deturpações elaboradas criminosamente para prejudicar as pessoas.

Para tudo que se tem acesso, nas ruas ou na internet, é fundamental que se tenha uma fonte segura. Saiu em quais jornais? Qual fama desses jornais? Quem é essa pessoa que está contando? Quais interesses ela possui? Existe processo? Foi julgado? Quem está processando? A Justiça Pública fez acusação? Isso vale para todo mundo, seja de situação ou oposição.

Já sabemos, de longa data, que existem mercenários contratados para espalhar difamações em pontos de grande circulação. Existem também os mercenários virtuais, pagos para fazer o serviço sujo na internet. Não é difícil identificar quem é um militante que realmente acredita em uma causa e defende decentemente, governo ou oposição, de um “boi-de-piranha”.

Esses agentes do crime as vezes são pessoas simples, mas as vezes possuem titulações, carteiras profissionais usadas para legitimar suas práticas condenáveis. Com inteligência e um pouco de pesquisa se consegue identificar. Primeiro pelo estilo, em geral, agressivo, típico de quem tem vantagens para fazer o que faz. Segundo pela fraqueza da argumentação.

Além de difamações não é difícil encontrar aqueles que passam o dia para atacar pessoalmente alguém, e não as ideias ou propostas. A baixaria chega ao nível de envolver familiares. É importante reforçar que todos podem criticar ou fazer denúncias. Mas existem limites, legais e éticos, para isso. Quando se faz uma denúncia é preciso ter provas consistentes. Ao menos para os que defendem valores democráticos.

Finalmente, temos os chamados “fakes”, perfis falsos que circulam intensamente nas redes sociais, especialmente em anos de eleição. Um “fake” tenta criar confusão, espalhar o boato e se esconder. Um exemplo que vimos recentemente em Vinhedo é este perfil https://www.facebook.com/profile.php?id=100009169995492 (o nome era “Rafael Xavier” mas horas depois da publicação desse texto sumiu do Facebook e dos grupos que estavam usando seus serviços)

Ao identificar alguém cometendo crimes de calúnia, injúria, ou difamação informe imediatamente a direção daquela rede social (Facebook, Twitter etc), avise a pessoa que está sendo ofendida e muitas vezes não sabe o que está acontecendo ou faça a denúncia diretamente para as autoridades:

Delegacia de Polícia: http://www.ssp.sp.gov.br/nbo/

Polícia Federal: http://www.pf.gov.br/servicos/fale-conosco/denuncias

Ou nos outros endereços indicados para crimes cometidos na internet http://www.crimespelainternet.com.br/como-denunciar-crimes-digitais/

Anúncios

  2 comments for “As mentiras que nos contam e os crimes em nome da democracia.

  1. ftronc
    31 de janeiro de 2016 às 17:36

    Eu ,..concordo plenamente com o Paixão,…mas,..eu volto a afirmar ,..como tenho mais de 70 anos,..e tive a felicidade de viver em S.Paulo nos anos 64 até 73, que foram os melhores anos da minha vida, por tinha segurança, tinha exercito na rua, enfim ,…é tudo que nos falta hoje,…..e infelizmente hoje estamos com medo de sair na rua . Ai chamam isto de ” socialismo ” que não é nada mais que o “comunismo”. E o POVÃO , analfabeto,…..não tem menor ideia dos acontecimentos e ações desde governo corrupto ,…vou deixar de expressar meus comentários porque estamos numa administração de ditadura PT, e com isto amanhã,..ou,…estarei preso. EU tenho plena convicção disto.

    Curtido por 1 pessoa

    • ftronc
      31 de janeiro de 2016 às 17:39

      O comentário acima é de Fred Benno Lucht.

      Curtir

Muito obrigado por sua contribuição.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: