A falsa polêmica em torno do discurso de posse.

Publico hoje o discurso de posse. Aguardei alguns dias para verificar algumas coisas que o prefeito disse, antes de responder. Poderia escrever várias coisas contestando o que foi dito no Teatro Municipal, no último dia primeiro, mas destaco algumas:

– Alguns membros do governo e cargos de confiança espalharam na cidade uma falácia, segundo a qual eu teria feito um discurso atacando tudo e todos e que o prefeito me detonou em seguida;

– Isso não é verdade, por várias razões;

– Discursei com calma, seguindo o protocolo e respeitando todos os presentes. Indiquei claramente a possibilidade de diálogo, desde que não fosse submisso e subserviente. Quem estava lá e tiver o mínimo de honestidade, pode confirmar isto;

– Não alterei o tom e não ofendi ninguém. O que fiz foi dar minha opinião sobre alguns temas da política da cidade, ressaltar a importância da independência do legislativo, apresentar algumas metas e lembrar de erros que não devem persistir;

– Assisti ao vídeo da cerimônia de posse de 01/01/2005, quando o candidato do Milton Serafim foi derrotado nas urnas. Lá se pode verificar qual foi a postura da bancada que foi eleita na oposição ao governo Kalu. Teve até vereador atacando o prefeito e elogiando o então prefeito Milton Serafim que saia do poder, (presente na posse);

– Lembro-me muito bem como foi a postura de parte dessa mesma bancada entre os anos de 2005 e 2008, agindo a mando do Serafim, que ficou 4 anos fazendo oposição. Não respeitavam as pessoas (nem mesmo promotores e juízes), abriam CPIs o tempo todo, apareciam com DVDs, escutas e outras formas de “arapongagem” para desestabilizar o governo. Usaram de muitas coisas que não eram verdadeiras, pelo simples prazer de fazer oposição, inconseqüente e desleal;

– Ou seja, pimenta nos olhos dos outros é refresco! Eles usavam de tudo que é forma absurda para fazer oposição;

– Agora, quando alguém apresenta uma proposta diferente, faz um discurso que destoa um pouco, já ficam desequilibrados e histéricos;

– Também procurei saber como foram em algumas cidades do Brasil, discursos de vereadores, onde se respeita minimamente o direito a divergência e onde não se tem tentativas de intimidação. Verifiquei que é normal as pessoas se expressarem de formas diferentes e não é somente de elogios que se faz uma cerimônia de posse;

– Quanto ao prefeito lamento muito que tenha usado mais de 20 minutos para se fazer de vítima e ficar atacando quem pensa diferente. Poderia ter usado seu tempo para fazer política e divulgar o que pensa e o que já fez nestes 12 anos de governo;

– Ele faltou com a verdade quando afirmou que teve mais de 300 denúncias que chegaram ao Ministério Público local e que foram arquivadas pelo Conselho Superior desse órgão;

– Mostrou também que não está acostumado com divergência. Só gosta de ouvir “amém” e “sim senhor”. Fala várias generalidades e frases de efeito, mas que se forem verificadas com seriedade e honestidade não é bem do jeito que está falando;

– Por exemplo, ao se referir a perseguições. Ele, seu vice e outras pessoas a seu mando processam líderes da oposição o tempo todo nesta cidade pelos motivos mais absurdos. Eles judicializam a política em Vinhedo;

– O mesmo vale para denúncias anônimas. Eu assino o que faço e penso. Recorri em todos esses anos pouquíssimas vezes a justiça. De onde vêm as inúmeras denúncias anônimas feitas contra líderes da oposição?

– Se quisesse mesmo atrapalhar a posse eu teria usado outras informações que são verdadeiras, de um passado bem recente, e que certamente seriam extremamente constrangedoras;

– Só se pode falar em política em Vinhedo para bajular?

– Elogiarei e concordarei com tudo que minha consciência mandar. Como afirmei no discurso analisarei caso a caso para analisar o que merece voto favorável ou contrário;

– Outra coisa que precisa ser destacada. O atual governo venceu as eleições e isso é incontestável, a não ser que a justiça mude isso. Mas não é correto dizer que 7 em cada 10 vinhedenses aprovaram o projeto que está há doze anos no poder. Não é isso que os números dizem. Escrevi sobre isso logo após a eleição https://rodrigopaixao.wordpress.com/2012/10/16/vinhedo-ficou-dividida-na-eleicao-4719-dos-eleitores-votaram-no-atual-prefeito/

Essa é a íntegra do discurso:

—————————————————————————————————————————-

Excelentíssimos Senhores Prefeito Milton Serafim e Vice Prefeito Jaime Cruz;

Excelentíssima Senhora Marta Leão Presidente dessa Sessão Solene de Posse;

Excelentíssimos Senhores Vereadores;

Ilustríssimo Senhor Donizete Ribeiro, hoje representando os quase 3.000 servidores públicos de nossa cidade;

Ilustríssima Senhora Adriana Viel, presidente da OAB;

Autoridades civis, militares e eclesiásticas presentes;

Senhoras e senhores;

Bom dia!

É uma alegria imensa falar, hoje, como vereador de Vinhedo. Gostaria de agradecer meus apoiadores e eleitores, alguns dos quais presentes nesta Sessão. Estou aqui representando um esforço coletivo de jovens, homens e mulheres, que acreditam na nossa história e nos nossos ideais.

Agradeço minha família, parte dela presente aqui. Meus tios, primos, cunhados, meu pai Geraldo, minha avó Amélia. Obrigado especialmente para minha mãe, Maria. Obrigado ao Cleber, Caio, Camila, Roberta e Denise, sempre ao meu lado em todos os sentidos.

As lutas que meu partido, o PSOL, desenvolveu na cidade, refletiram nas urnas. Somos a segunda maior bancada da Câmara em número de votos. Não abusamos do poder econômico para nos eleger. Isto nos orgulha.

Tenho muito a apreender, mas certamente tenho também muito para contribuir.  Minha vivência política, minha experiência profissional e acadêmica acumulada com muito trabalho nos últimos anos estarão a serviço da população.

Senhor prefeito, para tudo o que for justo, transparente, honesto e bom para Vinhedo, conte com meu apoio. Pretendo fiscalizar e legislar, mas também dialogar com o governo eleito, sempre que existir abertura para tanto. Tenho propostas, projetos e indicarei soluções para os problemas.

Espero que os interlocutores sejam 17 secretários e não 34. Assim, vamos economizar três milhões por ano. Afinal, precisamos de dinheiro para construir um hospital público, moderno e equipado, ou mesmo um novo Paço Municipal. Estamos atrasados com relação a isso.

Vou analisar cada situação. Projetos positivos e benéficos terão meu apoio. Os ruins terão a mesma dedicação, porém, para votar contrariamente e se for necessário, informar e denunciar à sociedade.

Senhores Vereadores, Senhoras Vereadoras, fomos eleitos para legislar e fiscalizar o uso do dinheiro público. Este é o centro de nossa atuação. Espero uma Câmara de debates, de participação popular, de reflexão, de respeito às diferenças. Enfim, uma nova Câmara, que represente os anseios do povo de Vinhedo.

Não podemos perder a capacidade de nos indignar quando uma injustiça acontece em nossa cidade. Com o aumento da violência. Com a degradação ambiental. Com o mau uso do dinheiro público.

Como político, sei que estarei sujeito a críticas e cobranças. Aceito-as de bom grado, porém, com as devidas proporções de tempo. Não podemos esquecer que hoje está começando o 13º ano de mandato do mesmo grupo na Prefeitura, há doze anos no poder.

Às vezes teremos propostas parecidas, às vezes vamos divergir. Mas pensar diferente não é quebrar a paz. A paz de uma cidade é violada quando o público se mistura com o privado. Quando pessoas são perseguidas e não existe plena liberdade de expressão. Quando uma demanda popular não é resolvida.

Não se pode medir uma cidade somente pela aparência. Temos que indagar: como está sendo empregado o dinheiro público? Como está a preservação de nosso patrimônio histórico, cultural, arquitetônico e ambiental?

Temos problemas que precisam ser resolvidos na Vinhedo Real. Não aquela dos outdoors e do marketing político, mas a Vinhedo que está em nossos corações e que vivenciamos o seu cotidiano.

A preocupação com a água, o meio ambiente e com o crescimento ordenado é permanente. Em outubro, tínhamos 53.571 veículos circulando na cidade. Para evitar um colapso no trânsito, nosso transporte coletivo pode e deve melhorar.

Precisamos caminhar para atingir, realmente, 100% do esgoto tratado e aumentar o percentual de lixo reciclado. A perda de água tratada é muito alta. Isto merece a atenção da Câmara.

Vinhedo precisa oferecer oportunidade e acesso para todos. Moradia popular para as pessoas carentes, prioridade para os moradores antigos, critérios justos e claros e respeito às regras estabelecidas.

A Lei da Ficha Limpa Municipal, primeiro projeto de iniciativa popular aprovado na história de nossa cidade, foi um passo importante, mas ainda insuficiente no combate à corrupção e na ampliação da transparência.

Um desafio é oferecer creche para todas as crianças e diminuir a evasão escolar de uma forma geral. Esta é uma meta: lutar para que nenhuma criança fique sem creche em Vinhedo!

Arrecadamos quase quatrocentos milhões de reais por ano, sem contar convênios extraordinários, que elevam ainda mais a receita. Um orçamento de dar inveja à maioria das cidades brasileiras. E ainda os condomínios suprem necessidades com orçamento próprio, desonerando a Prefeitura.

Todo esse dinheiro precisa resolver problemas sociais, para termos uma cidade justa, moderna, democrática e sustentável.

Fernando Pessoa dizia: “Somos do tamanho de nossos sonhos”.

Senhor prefeito, senhores vereadores, senhoras vereadoras, precisamos sonhar grande e cuidar para que a cidade seja generosa com os 58% da população que veio de fora, bem como para os 42% que aqui nasceram.

Os erros do passado não podem nos atormentar, como vereadores fazendo uma oposição irresponsável, desestabilizando a cidade e transformando a disputa política em pessoal. Vimos também vereadores obedecendo ao Executivo, sem questionar e sem ouvir a população.

Ainda não sei tudo que vou fazer e nem tenho fórmulas prontas. Mas, com toda certeza, já sei o que não devo fazer. Estejam certos que vou servir minha cidade nestes próximos quatro anos com muita dedicação, cumprindo compromissos de campanha e honrando a confiança da população.

Para encerrar gostaria de citar um trecho do Livro “A Política como vocação” do sociólogo Max Weber: “A política é um esforço tenaz e enérgico para atravessar grossas vigas de madeira. Tal esforço exige, a um só tempo, paixão e senso de proporções. É perfeitamente correto dizer – e toda a experiência histórica o confirma – que não se teria jamais atingido o possível, se não houvesse tentado o impossível.”

Senhoras e senhores, Vinhedo Pode Mais!

Obrigado a todos pela atenção e um ótimo 2013!

Anúncios

  8 comments for “A falsa polêmica em torno do discurso de posse.

  1. Rafael Rios da Silva
    4 de janeiro de 2013 às 10:45

    Caro Rodrigo,
    A serenidade é uma das virtudes do homem de bem.
    E portanto, deve pautar nossas atitudes, seja na família, no trabalho e na Política também.
    O clima de revanchismo não favorece a população, nem as atividades a serem desenvolvidas.
    Tenho certeza que você não se deixará envolver nessas picuinhas.
    Torço de coração para que faça um bom trabalho.
    Vamos em frente e boa sorte.
    Abraços,
    Rafael Rios da Silva

    Curtir

  2. Rodrigo Paixão
    4 de janeiro de 2013 às 10:56

    Com toda ceteza Rafael, não vou deixar me levar por isso. Mas não posso deixar de responder e dar minha versão pois uma máquina de fofocas fica alterando a realidade dos fatos na cidade. Continuarei com a mesma serenidade. Mas sempre em alerta para as mentiras que são faladas e para as maldades que são feitas.
    Abraço!

    Curtir

  3. Ana Lúcia Elizabeth Rodrigues
    4 de janeiro de 2013 às 13:29

    “… em torno do …” é a forma correta. Discurso adequado e firme. Bom mandato.

    Curtir

  4. Rodrigo Paixão
    4 de janeiro de 2013 às 14:03

    Olá Ana Lúcia. Na verdade eu havia pesquisado e verifiquei que as duas formas são corretas, embora o em torno seja mais usual. Só acho o “entorno” mais estiloso!rs Mas como você é a terceira pessoa a me alertar, fiz a substituição no título. Um abraço e obrigado!

    Curtir

  5. Bruno Matheus
    4 de janeiro de 2013 às 14:24

    PARABÉNS vereador Rodrigo!
    Apreciei as palavras do discurso e como foi colocado. De um ponto de vista bastante misto, o que mais gostei foi justamente o contrário do que injustamente acusaram. Em suma, no seu discurso e no do vereador Valdir, vcs conseguiram se portar como oposição, porém de forma harmoniosa e respeitosa. Pelo que pude ver, houve coerência política estendendo a mão para uma convivência pacífica, mas não deixando seus ideais e postura (ao contrário de outros …)
    No entanto, é como vc me disse logo após a eleição. Vão querer falar sobre qualquer coisa que a oposição faça e fale. Gostei muito do discurso, mas mais ainda da atitude dos companheiros Rodrigo e Valdir. Siga firme na luta e lembre-se que se eles estão se incomodando é porque suas ações surtem efeito!

    PS: Parabéns também pela aparição no Persona!

    Curtir

  6. Odair Lanzoni
    4 de janeiro de 2013 às 16:35

    Parabéns Rodrigo, é isso mesmo,
    A serenidade, a reflexão e o diálogo franco levarão sem dúvidas a
    muitos acertos. Acredito que vocês deverão insistir sim, pois alguns
    vereadores não estão acostumados ao diálogo, mas é pra isto que
    eles estão lá. Abraços.

    Curtir

  7. Armando Junior
    4 de janeiro de 2013 às 16:42

    Vc terah meu total apoio pois demonstra cada vez mais ser um diferencial na cidade.

    Curtir

  8. Angelo Sterzek
    5 de janeiro de 2013 às 09:46

    Rodrigo! Parabéns! Tenho certeza que, Vinhedo vai melhorar com sua presença na câmara.
    As pessoas estão se esquecendo do princípio básico dos poderes, principalmente do legislativo e executivo, onde há uma “união particular” entre seus pares, que jamais deveria ocorrer. A barganha do toma-la-da-cá tem sido encarada como uma normalidade, mas é corrupta e ilegal. Até o judiciário perdeu-se em alguns momentos, mas retomou seu curso exonerando até juiz.
    Desejo a você muita força e energia, pois Vinhedo precisa mudar muito e voltar a pensar em seus filhos como pessoas e não como herdeiros.
    Um grande Abraço!

    Curtir

Muito obrigado por sua contribuição.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s