Como foram distribuídas as vagas na Câmara de Vinhedo?

Publicado por

Muitas pessoas me perguntaram depois da eleição a respeito do cálculo que distribui as cadeiras na Câmara. Então achei melhor escrever este pequeno texto para ajudar na compreensão.

Vinhedo possui 51.511 eleitores. Ao menos este é o número formal, já que sabemos que houve uma denúncia grave de que parte do eleitorado é “fantasma”. Isso já levou inclusive ao cancelamento de alguns títulos na cidade.

Para se chegar aos números de vagas no legislativo que cada partido/coligação tem direito é preciso primeiro saber qual foi o número de eleitores que efetivamente foi às urnas e validou seu voto (sem anular ou votar em branco).

Pois bem, compareceram para votar 42.935 vinhedenses, o que significa 83,35% do colégio eleitoral. Tivemos, portanto, 16,65% de ausentes, ou seja 8.576 pessoas que se abstiveram ou justificaram.

Desse total de pessoas que compareceram às urnas, em Vinhedo, 2.097 (4,88%) votaram em branco e 1.743 (4,06%) votaram nulo para vereador.

Portanto tivemos 39.095 (91,06%) votos válidos que incluem votos nominais (em um candidato específico) e também votos na legenda para vereador. Esse é o primeiro número da equação para sabermos o coeficiente (ou cociente) eleitoral.

Agora pegamos esses votos válidos e dividimos pelo número de cadeira na Câmara Municipal que, para a próxima legislatura, serão 15.

Portanto, o coeficiente eleitoral em nossa cidade foi de 2.606 votos na eleição de 2012. Toda vez que uma coligação proporcional atingir este número, entra um vereador.

Depois de realizada a distribuição entre as coligações usando o coeficiente inteiro, passa-se para a média das melhores sobras até finalizar as cadeiras.

Ficou assim dividida a representação na Câmara a partir da aplicação desses cálculos:

Coligação proporcional

Votos

Percentual

Cadeiras

PTB / PMN / PSDB

11274

28,84%

5

PPS / PV

6317

16,16%

2

PMDB / PSC / PHS / PSD / PC do B

6113

15,64%

2

PP / PSL / PR / PSDC / PRTB / PTC / PRP

5469

13,99%

2

PDT / PT / PSOL

5183

13,26%

2

PRB / PTN / DEM / PSB

4739

12,12%

2

Totais

39095

100,00%

15

Foram eleitos os primeiros de cada coligação, de acordo com o número de cadeiras que cada uma teve direito pelo cálculo do coeficiente eleitoral. São eles:

      1º

55123

MARTA LEÃO

PSD

1.452

3,71%

45000

DR DARIO PACHECO

PSDB

1.151

2,94%

14000

ANA GENEZINI

PTB

1.111

2,84%

50250

RODRIGO PAIXÃO

PSOL

1.077

2,75%

22199

RUBENS NUNES

PR

892

2,28%

40123

PAULINHO PALMEIRA

PSB

852

2,18%

15000

EDÚ GELMI

PMDB

764

1,95%

40665

MARCIO MELLE

PSB

718

1,84%

14100

BACURAL

PTB

681

1,74%

10º

14777

VAL RODA SHOW

PTB

633

1,62%

11º

17000

HAMILTON PORT

PSL

630

1,61%

12º

23000

JUNIOR CHÓCA

PPS

623

1,59%

13º

14444

NIL RAMOS

PTB

617

1,58%

14º

50001

VALDIR BARRETO

PSOL

500

1,28%

15º

23111

ALEXANDRE VIOLA

PPS

455

1,16%

7 comentários

  1. Muito bom, principalmente porque houve uma boa revovação.Graças a Deus porque um porção de “deitados”,…………………………não conseguio se releger.

    Curtir

  2. Obrigada Rodrigo por se preocupar em esclarecer nossas dúvidas! Ótima explicação!! Ficou muito mais claro agora…. Sds, Melissa Caum

    Curtir

  3. De todos que estão ali..eu acredito que vc possa fazer muito a diferença, Sempre acreditei em vc, e espero que vc mostre ao povo que vc faz a diferença!

    Curtir

  4. Rodrigo, parabéns cara, você merece. A explicação está muito bacana. Só um ponto que não entendi, depois de distribuídos os coeficientes inteiros, como é feita a média das melhores sobras? Vlw, abraço….

    Curtir

    1. Olá André. É que as sobras são feitas pela média delas. Neste caso divide-se o número de votos obtididos pelos partidos pelo número de vagas já obtidas por cada um. O código eleitoral fala o seguinte:
      I – dividir-se-á o número de votos válidos atribuídos a cada partido pelo número de lugares por ele obtido, mais um, cabendo ao partido que apresentar a maior média um dos lugares a preencher;
      II – repetir-se-á a operação para a distribuição de cada um dos lugares.
      § 1º O preenchimento dos lugares com que cada partido for contemplado far-se-á segundo a ordem de votação recebida pelos seus candidatos.
      § 2º Só poderão concorrer à distribuição dos lugares os partidos e coligações que tiverem obtido quociente eleitoral.

      Curtir

Muito obrigado por sua contribuição.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.