Como foram distribuídas as vagas na Câmara de Vinhedo?

Muitas pessoas me perguntaram depois da eleição a respeito do cálculo que distribui as cadeiras na Câmara. Então achei melhor escrever este pequeno texto para ajudar na compreensão.

Vinhedo possui 51.511 eleitores. Ao menos este é o número formal, já que sabemos que houve uma denúncia grave de que parte do eleitorado é “fantasma”. Isso já levou inclusive ao cancelamento de alguns títulos na cidade.

Para se chegar aos números de vagas no legislativo que cada partido/coligação tem direito é preciso primeiro saber qual foi o número de eleitores que efetivamente foi às urnas e validou seu voto (sem anular ou votar em branco).

Pois bem, compareceram para votar 42.935 vinhedenses, o que significa 83,35% do colégio eleitoral. Tivemos, portanto, 16,65% de ausentes, ou seja 8.576 pessoas que se abstiveram ou justificaram.

Desse total de pessoas que compareceram às urnas, em Vinhedo, 2.097 (4,88%) votaram em branco e 1.743 (4,06%) votaram nulo para vereador.

Portanto tivemos 39.095 (91,06%) votos válidos que incluem votos nominais (em um candidato específico) e também votos na legenda para vereador. Esse é o primeiro número da equação para sabermos o coeficiente (ou cociente) eleitoral.

Agora pegamos esses votos válidos e dividimos pelo número de cadeira na Câmara Municipal que, para a próxima legislatura, serão 15.

Portanto, o coeficiente eleitoral em nossa cidade foi de 2.606 votos na eleição de 2012. Toda vez que uma coligação proporcional atingir este número, entra um vereador.

Depois de realizada a distribuição entre as coligações usando o coeficiente inteiro, passa-se para a média das melhores sobras até finalizar as cadeiras.

Ficou assim dividida a representação na Câmara a partir da aplicação desses cálculos:

Coligação proporcional

Votos

Percentual

Cadeiras

PTB / PMN / PSDB

11274

28,84%

5

PPS / PV

6317

16,16%

2

PMDB / PSC / PHS / PSD / PC do B

6113

15,64%

2

PP / PSL / PR / PSDC / PRTB / PTC / PRP

5469

13,99%

2

PDT / PT / PSOL

5183

13,26%

2

PRB / PTN / DEM / PSB

4739

12,12%

2

Totais

39095

100,00%

15

Foram eleitos os primeiros de cada coligação, de acordo com o número de cadeiras que cada uma teve direito pelo cálculo do coeficiente eleitoral. São eles:

      1º

55123

MARTA LEÃO

PSD

1.452

3,71%

45000

DR DARIO PACHECO

PSDB

1.151

2,94%

14000

ANA GENEZINI

PTB

1.111

2,84%

50250

RODRIGO PAIXÃO

PSOL

1.077

2,75%

22199

RUBENS NUNES

PR

892

2,28%

40123

PAULINHO PALMEIRA

PSB

852

2,18%

15000

EDÚ GELMI

PMDB

764

1,95%

40665

MARCIO MELLE

PSB

718

1,84%

14100

BACURAL

PTB

681

1,74%

10º

14777

VAL RODA SHOW

PTB

633

1,62%

11º

17000

HAMILTON PORT

PSL

630

1,61%

12º

23000

JUNIOR CHÓCA

PPS

623

1,59%

13º

14444

NIL RAMOS

PTB

617

1,58%

14º

50001

VALDIR BARRETO

PSOL

500

1,28%

15º

23111

ALEXANDRE VIOLA

PPS

455

1,16%

Anúncios

  7 comments for “Como foram distribuídas as vagas na Câmara de Vinhedo?

  1. fred
    9 de outubro de 2012 às 10:48

    Muito bom, principalmente porque houve uma boa revovação.Graças a Deus porque um porção de “deitados”,…………………………não conseguio se releger.

    Curtir

  2. Melissa Caum
    9 de outubro de 2012 às 10:49

    Obrigada Rodrigo por se preocupar em esclarecer nossas dúvidas! Ótima explicação!! Ficou muito mais claro agora…. Sds, Melissa Caum

    Curtir

  3. andreia
    9 de outubro de 2012 às 11:47

    nossa muito boa explicação….diria uma verdadeira aula, impossivel não entender….

    Curtir

  4. Luciano Sardilli
    9 de outubro de 2012 às 12:05

    Ahhhh bom! Agora deu pra entender, kkk… Nunca soube como eram feitos os cálculos. Que vergonha!… Abraço!

    Curtir

  5. Claudia
    9 de outubro de 2012 às 12:37

    De todos que estão ali..eu acredito que vc possa fazer muito a diferença, Sempre acreditei em vc, e espero que vc mostre ao povo que vc faz a diferença!

    Curtir

  6. André Alarcon
    9 de outubro de 2012 às 14:09

    Rodrigo, parabéns cara, você merece. A explicação está muito bacana. Só um ponto que não entendi, depois de distribuídos os coeficientes inteiros, como é feita a média das melhores sobras? Vlw, abraço….

    Curtir

    • rodrigopaixao50
      9 de outubro de 2012 às 14:58

      Olá André. É que as sobras são feitas pela média delas. Neste caso divide-se o número de votos obtididos pelos partidos pelo número de vagas já obtidas por cada um. O código eleitoral fala o seguinte:
      I – dividir-se-á o número de votos válidos atribuídos a cada partido pelo número de lugares por ele obtido, mais um, cabendo ao partido que apresentar a maior média um dos lugares a preencher;
      II – repetir-se-á a operação para a distribuição de cada um dos lugares.
      § 1º O preenchimento dos lugares com que cada partido for contemplado far-se-á segundo a ordem de votação recebida pelos seus candidatos.
      § 2º Só poderão concorrer à distribuição dos lugares os partidos e coligações que tiverem obtido quociente eleitoral.

      Curtir

Muito obrigado por sua contribuição.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s