PSOL saúda a chegada da Marcha Mundial das Mulheres em Vinhedo

Nesta quarta-feira, dia 10 de março, a Marcha Mundial das Mulheres, um dos mais bem organizados e poderosos movimentos sociais organizados internacionalmente, chega a Vinhedo.

O PSOL de Vinhedo se orgulha de poder ajudar a receber as centenas de mulheres de todo Brasil que passarão por nossa cidade organizadas em torno da luta pela igualdade de direitos.

De Vinhedo, além do PSOL, participaram da organização regional da marcha, o mandato da vereadora Marta Leão, a Intersindical e o Sindicato dos Químicos Unificados.

As três mil mulheres que participam da 3ª Ação Internacional da Marcha Mundial das Mulheres chegaram hoje (09 de março de 2009) em Valinhos, por volta das 12h, após caminharem ao longo da estrada municipal Engº Antonio Francisco de Paula Souza (estrada interna Campinas/Vinhedo).

Elas saíram às 6h do ginásio Rogê Ferreira, em Campinas, onde ficaram alojadas após o ato de lançamento da mobilização, na tarde/noite de ontem, no Largo do Rosário.

O ato em Campinas contou com a presença das delegações de 25 estados que vieram para a Marcha. Houve apresentações musicais, batucadas e falas sobre os 100 anos do Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março último.

Em Valinhos, as marchadoras estão alojadas no Parque do Figo, onde pernoitarão. Na tarde de hoje, nas atividades de formação que ocorrerão em todas cidades após a caminhada matinal, elas desenvolveram debates sobre os temas: Trabalho Doméstico e Cuidados –  um debate sobre a sustentabilidade da vida humana e história da Marcha Mundial das Mulheres e suas lutas.

Amanhã, às 6h, elas retomarão a marcha, com parada, atividade de formação e pernoite em Vinhedo no Parque Municipal Jayme Ferragut – Estrada da Boiada, s/n;

A marcha chegará por volta das 11h na cidade e serão recepcionadas pelos representantes da cidade que estão na organização.

A partir das 16:00 haverá debates com painéis temáticos com os seguintes temas:

* Economia Solidária e Feminista;
* Saúde da mulher e práticas populares de cuidado;
* Sexualidade, autonomia e liberdade;
* Educação não sexista e não racista;
* Mulheres negras e a luta anti-racista;
* Mulheres indígenas;
* A mídia contra-hegemônica e a luta feminista;
* A mercantilização do corpo e da vida das mulheres;
* Prostituição;
* Mulheres, arte e cultura.

Entre as palestrantes convidadas para falar em Vinhedo estará presente Maria da Consolação (Consola) do PSOL de Minas Gerais.

As reivindicações da Ação estão baseadas em quatro eixos que concentram temas chave para a vida das mulheres em todo o mundo. São eles: autonomia econômica das mulheres; bens comuns e serviços públicos; paz e desmilitarização; e violência contra as mulheres.

Esses eixos foram adaptados à realidade das mulheres brasileiras e deram os contornos da plataforma de reivindicações que será apresentada à sociedade e ao Estado durante a marcha.

Entre os dias 8 e 18 de março, a Marcha Mundial das Mulheres organiza sua 3ª Ação Internacional no Brasil. Neste período, 3 mil mulheres de todas as regiões do país farão uma caminhada entre dez cidades, de Campinas a São Paulo, para dar visibilidade à luta das mulheres brasileiras e reivindicar mudanças em direitos e respeito à diferença de gêneros.

A Ação começou no Dia Internacional das Mulheres (8 de março), em um grande ato público no Largo do Rosário, no centro de Campinas, e termina em São Paulo, no dia 18, em um ato na Praça Charles Miller.

O lema das mobilizações é “Seguiremos em marcha até que todas sejamos livres”, e suas reivindicações se baseiam em quatro campos de ação: autonomia econômica das mulheres; bens comuns e serviços públicos; paz e desmilitarização; e violência contra as mulheres.

Esta Ação faz parte de mobilização internacional que vai até o dia 17 de outubro. Estão programadas atividades em 51 países, entre eles Canadá, Colômbia, França, Espanha, entre outros. O encerramento será em Kivu do Sul, na República Democrática do Congo.

A marcha passará por dez cidades paulistas: Campinas, Valinhos, Vinhedo, Louveira, Jundiaí, Várzea, Cajamar, Jordanésia, Perus e Osasco.

Participam da marcha 3 mil mulheres vindas de 25 estados: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, GO, MA, MG, MS, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP e TO.

Anúncios

Muito obrigado por sua contribuição.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s